Alter— Cadernos

Alter— Cadernos

Cadernos da Porto Design Biennale 2021

Uma perspetiva alternativa e complementar sobre as questões levantadas por esta edição da Biennale. Pluralistas, estimulantes e visualmente arrojados, os cadernos Alter são uma coleção sobre as Alter-Realidades que têm por objetivo refazer mundos e criar novas formas de nos relacionarmos, rejeitando hegemonias insustentáveis.

Nestas edições vamos explorar diferentes subtemas dentro das Alter-Realidades apresentadas pela proposta curatorial de Alastair Fuad-Luke para esta edição da Biennale. Através do prisma do design, os cadernos Alter— oferecem reflexões diversificadas sobre o momento presente e novas formas de estar e de criar em conjunto em tempos de crise e de contágio.

Alastair Fuad-Luke, Bianca Elzembaumer & Fabio Franz, António Gorgel Pinto e Paula Reaes Pinto, Paulo Moreira, e Nina Paim & Cherry-Ann Davies são os editores da coleção. O design é do coletivo 1234, composto por Irina Pereira, João Castro, Miguel Almeida e Serafim Mendes. As narrativas visuais que se encontram na capa e no interior dos cadernos são da artista Beatriz Blasi, em parceria com os 1234, e foram criadas com recurso à plataforma Google Maps.

Alter— #1

Alter-Realidades: Design para um mundo mais justo

Editor: Alastair Fuad-Luke

Participantes: Sasha Costanza-Chock, Eduardo Aires

 

O primeiro número de Alter— reflete sobre o termo Antropoceno e seus desdobramentos, propondo, através do design, uma nova relacionalidade que acomode todas as formas de vida. Sasha Costanza-Chock conversa com Alastair Fuad-Luke sobre uma prática de design mais inclusiva e colaborativa e Eduardo Aires abre um leque de variações pluralistas à grelha que desenhou em 2016 para a identidade visual da cidade do Porto.

 

 

Alter— #2 

Alter-Vivências: Experiências com infraestruturas para economias comunitárias

Editores: Bianca Elzenbaumer e Fabio Franz (Brave New Alps)

Participantes: Forno Vagabondo, La Foresta, Comunità Frizzante; Manuela Dasser e Veronica Martini (Marameo Lab)

 

Com o vale Vallagarina, nos Alpes italianos, em pano de fundo, Bianca Elzenbaumer e Fabio Franz, membros fundadores do coletivo de designers Brave New Alps, refletem sobre modelos de organização económica e social que valorizem o trabalho normalmente marginalizado pelas práticas capitalistas. Projetos comunitários em torno da alimentação ou do ensino são exemplos de como criar dissidências benéficas e inclusivas através do design e das artes ou dos ofícios tradicionais. Dos Alpes para o mundo.

 

 

Alter— #3

Alter-Produção: Moldando juntos um terreno comum

Editores: António Gorgel Pinto e Paula Reaes Pinto

Participantes: Assemble, Rigo 23

 

A capacidade inventiva é comum a todos. Desenvolvida em rede, no seio das comunidades locais e de modo participativo, é a chave da transformação social. Neste número de Alter—, dedicados a formas alternativas de produção, António Gorgel Pinto e Paula Reaes Pinto abordam o design participativo, a arte baseada na comunidade e formas artísticas e de produção cujo foco principal é a criação de laços entre as pessoas. O coletivo britânico de arquitetura Assemble e o artista Rigo 23 são os convidados deste número.

 

 

Alter— #4

Alter-Paisagens: A prática da controvérsia

Editores: Paulo Moreira

Participantes: Lara Isa Costa Ferreira, Nuno Coelho, Isabeli Santiago, Naky Gaglo, InterStruct Collective

 

Sob a fachada dos seus monumentos, edifícios, ruas e jardins, o Porto guarda vestígios do violento passado colonial português. A memória e o trauma estão latentes por toda a cidade, mas permanecem ocultos e inquestionados. Paulo Moreira, o editor deste número de Alter—, em conjunto com Lara Isa Costa Ferreira, Nuno Coelho, Isabeli Santiago, Naky Gaglo e o InterStruct Collective faz o levantamento crítico de espaços e experiências de tensão entre o discurso oficial do “bom colonizador” e a vivência quotidiana das pessoas não brancas.

 

 

Alter— #5

Alter-Cuidado: O cuidado é o que realmente fazemos

Editores: Cherry-Ann Davis & Nina Paim (Futuress)

Participantes: Zoy Anastassakis, Marcos Martins, keyna Eleison, Denilson Baniwa

 

Estamos a precisar de cuidados, e os cuidados são cada vez mais um tema de tendência. Mas será que estamos de facto a fazer o trabalho necessário para tornar os cuidados mais inclusivos e presentes nas nossas ações diárias? O design é um dos campos onde estão a ser definidas novas formas de cuidado; na última edição de Alter-, as editores Cherry-Ann Davis e Nina Paim da plataforma feminista Futuress apresentam exemplos específicos de como o design e as comunidades feitas com cuidado podem ser.

 

 

Evento de apresentação

Sob o tema: Deves mudar a tua vida: Um passeio pelo lado selvagem do design, o lançamento da coleção Alter— tem lugar no próximo dia 10 de setembro, entre as 16h00 e as 17h00, no auditório da Biblioteca Municipal Almeida Garrett, integrando a programação da Feira do Livro do Porto.

Numa conversa com Alastair Fuad-Luke (Curador-geral da PDB21 e editor dos cadernos), Eva Gonçalves (Diretora de Arte, Designer Gráfica e Investigadora) e Nina Paim (Designer Gráfica e editora da plataforma Futuress), moderada por Andreia Faria, falar-se-á sobre o design enquanto disciplina da imaginação e ferramenta de inclusividade, capaz de questionar velhas hierarquias e desenhar formas alternativas de organização social e económica.